Fundadores - Monsenhor Juvenal Arduini


Monsenhor Juvenal Arduini - Cadeira 5

Biografia


Juvenal Arduini nasceu em Conquista (MG), em 28 de novemro de 1918, filho de José Arduini e Antónia Ângela Bizzinotto.
Fez o curso primário em escolas rurais e era neste meio que vivia e trabalhava com a família. Em 1932, Juvenal Arduini deixou Conquista e veio para Uberaba estudar. Permaneceu em Uberaba por cinco anos estudando no Seminário São José e no Colégio Diocesano.
Em 1937, foi para Belo Horizonte a fim de fazer o curso de Filosofia e Teologia no Seminário do Coração Eucarístico de Jesus, onde fez sua primeira pregação, em maio de 1939.
Foi ordenado padre por Dom Alexandre Gonçalves do Amaral, na Catedral de Uberaba, em 8 de dezembro de 1942 e celebrou sua primeira missa solene em Conquista.
Juvenal Arduini dedicou sua vida à juventude, primeiro no Seminário São José e no Colégio Diocesano e, depois, nas Faculdades por onde lecionou em Uberaba. Pela sua dedicação aos jovens, foi agraciado com o título de Monsenhor.
Foi Reitor do Seminário São José, fundou o Instituto Superior de Cultura e a Academia de Letras do Triângulo Mineiro, onde ocupou a Cadeira nº 5.
Participou da criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Santo Tomás de Aquino, foi professor fundador da Faculdade de Medicina, da Faculdade de Ciências Econômicas, da Faculdade de Zootecnia, além de passar pela Faculdade de Enfermagem Frei Eugênio e pela Universidade de Uberaba.
Foi membro efetivo das seguintes associações: Societá Internazionale Tommaso d'Aquino, de Roma; International Society for Metaphysics, de Washington; World Phenomenology Institute, USA; Associación Católica Interamericana de Filosofia; Sociedade Brasileira de Filósofos Católicos e Associação Profissional dos Escritores do Estado de Minas Gerais. Começou a escrever artigos quando era estudante de filosofia e tornou-se escritor, fazendo imprimir suas idéias, reflexões, conhecimentos e experiências de ver e de viver. Publicou várias obras, além de artigos em revistas e jornais.
Ao lado de intensa atividade intelectual, pedagógica e pastoral, trabalhou com os doentes dos hospitais e busca o recolhimento na oração.
Faleceu em 14/10/2012 em Uberaba (MG).

Obras publicadas:
Horizonte de Esperança
Destinação Antropológica
Estradeiro
0 Marxismo
Temas da Atualidade
Homem-Libertação
Antropologia: Ousar para Reinventar a Humanidade Hermenêutica


Bibliografia

Paolinelli, Sônia Maria Rezende. Coletânea Biográfica de Escritores Uberabenses. Uberaba (MG): Sociedade Amigos da Biblioteca Pública Municipal “Bernardo Guimarães”, 2009. 124 p



Voltar


© Copyright 2010/2011 - Academia de Letras do Triângulo Mineiro. Todos os direitos reservados.