Academia de Letras do Triângulo Mineiro

Acadêmicos - Arahilda Gomes Alves


Arahilda Gomes Alves - Cadeira 33

Patrono: Dom Vital
Fundador: Frei Francisco Maria de Uberaba

Posição: Atual
Antecedida por: Frei Francisco Maria de Uberaba


Biografia

Nome: Arahilda Gomes Alves. Natural de Uberaba:16/03/1932
Filiacão: Adelaidee Cicci Gomes e Alaor Gomes
Viúva Delegado de polícia Dr. José Geraldo Alves (Ponte Nova-MG.), 2 filhos
Profissão: Professora Aposentada de Música do Conservatório Estadual de Uberaba atuando por 47 anos, sendo 8 anos em Escolas regulares, em Uberaba, 4 anos como Especialista de Canto Coral em Belo Horizonte e o restante no C E M R F de Uberaba como Prof. de Canto, Técnica Vocal, Dicção, Regência Coral e Canto Coral;
Vice-presidente da Academia de Letras do Triângulo Mineiro (ocupa a cadeira nº 33) e diretora fundadora do Fórum de Articulistas de Uberaba e região; fundadora e por seis vezes conselheira da Fundação Cultural; promotora cultural com projeto pioneiro de ópera- As bodas de Fígaro -Mozart traduzido, condensado e com cantores da cidade aprovado pela Lei Rouanet, abraçado pela Cultural e financiado pela CEMIG. Preparou com mesmos objetivos AÍDA, de G. Verdi, aguardando financiamento.
Outros: Vídeo em canto, (10 anos Conservatório) Vozes Líricas, (sala Cecilia Palmério) Espólio de Mozart, Sonhos de Natal e Cantando pelos caminhos não realizado, ainda, pela F. Cultural. Palestrante sobre Hinos oficiais ALTM e Lions Clube de Uberaba; palestrante H Nacional Brasileiro SESI-Uberaba)
Compositora de mais de 40 hinos escolares dentre eles: letra e música; Escolas Estaduais N S da Abadia, Jacques Gonçalves, SUPAM; Colégio Jean Christophe ,Geraldino R da Cunha, Centenário Escola Estadual Brasil, Quintilano Jardim, Lauro Fontoura; Centro de Educação Monteiro Lobato; Esc. Infantil Joãozinho e Maria, Vicente Alves Trindade e Hino do Cooperativismo; José Maciotti; Azália de Oliveira Naves (C das Alagoas) E.Municipais:CEMEI Natália Dayrel de Carvalho; Niza Marquez Guaritá,Arthur de Melo Teixeira; Menino Jesus de Praga; Boa Vista e música Hino da Uniube (letra de Décio Bragança)
Habilitada em Artes (canto erudito), Pedagogia e pós graduada em Comunicação e Expressão. Cônsul Poetas del mundo(Chile) e das Academias: Internacional do Brasil, sócia da Academia de Letras de Belo Horizonte e de Teófilo Otoni.
Recebeu diplomas-homenagem como diretora fundadora pelos 35 anos da Fundação Cultural de Uberaba em junho de 2016, do Mérito Musical da Câmara Municipal de Uberaba, em junho de 1992; Mérito Cultural do Rotary Clube em 1988, Destaque Cultural pela BPW por duas vezes; medalha Major Eustáquio e do Sesquicentenário de Uberaba. Editou os livros: Sob mil olhares - pela Ed. Thesaurus de Brasília, A voz que pensava demais - Ed Juruna, Uberaba; Para fugir à monotonia - método didático inovador em 1978; Poemas bilíngue na Coletânea da Academie Française des Arts-2014 e na Coletânea bilíngue do Jornal Sem Fronteiras, 2016 e 2017; Catálogo Artístico Helvécia - 2016. Antologias: Os mais Belos Horizontes da Poesia e da Prosa - Poetas Del Mundo vol. 1; Sem Fronteiras pelo Mundo vol. 1,2 e 3; Alquimia Literária - 2016; Uberaba 20 Autores - 2013; A Praça é do Povo -1980; Artigos Revista Convergência, da Academia de Letras do Triangulo Mineiro; Antologia Fernando Pessoa -2014; Menção honrosa: Poesia à Flor da Pele -2016; Diploma participação Palavra/Imagem -2016.Em preparação: O canto da cotovia (poesias)
Atuou em papéis co-primários, na Fundação Clóvis Salgado (hoje, Palácio das Artes) e coralista Madrigal Renascentista (B.H.) Partícipe no Festival do Chapadão, em Uberaba com: Menina da rua e Tema do Chapadão (letra e música)
Filiada Associação Poetas Portugueses APP-Portugal; Letras e Artes Luso/Suisse ALALS-Portugal. (2017)
Escreve aos domingos, há 34 anos, nos jornais locais. (Jornal de Uberaba, atualmente) Escritora, Poeta e Cantora lírica.
Uberaba,20 de setembro de 2017


Voltar


© Copyright 2010/2011 - Academia de Letras do Triângulo Mineiro. Todos os direitos reservados.